Sábado, 18 de maio de 2024

TODOS SOLIDÁRIOS! VAMOS AJUDAR!

SERPROS avisa que sua senha na Área do Participante precisa ser redefinida

Prazo para a entrega da declaração de I.R. está chegando ao fim: 31 de maio

=> Saiba mais detalhes sobre o pagamento e a restituição do Imposto de Renda

Está se aproximando o prazo final para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2024. Até 31 de maio, boa parte dos brasileiros deve declarar para a Receita Federal os rendimentos e despesas referentes a 2023. O pagamento das restituições começa no último dia da entrega da declaração.

Quem perder o prazo da declaração pode ter pendências no CPF e ainda pagar multa - ela começa em R$ 165,74 se não há imposto a ser pago, aumentando conforme passa o tempo, e pode ser de até 20% do imposto devido.

USO DO PIX

Desde 2022, tanto para pagar o DARF do Imposto de Renda, o Documento de Arrecadação de Receitas Federais, quanto para receber a restituição podem ser feitos via Pix, o serviço de pagamento instantâneo do Banco Central.

No entanto, essa opção só está disponível para chaves cadastradas com CPF, sendo que o número do documento precisa ser igual ao informado na declaração. Essa é uma medida da Receita Federal para aumentar a segurança no processo de restituição.

Se você não tem uma chave Pix cadastrada, continua podendo receber pela conta. Basta informar os dados da sua conta ao final do processo.

CALENDÁRIO DA RESTITUIÇÃO

Assim como em todos os anos, na temporada de 2024 serão cinco lotes oficiais de restituição. Confira os lotes e datas de pagamento:

1º lote: 31 de maio
2º lote: 28 de junho
3º lote: 31 de julho
4º lote: 30 de agosto
5º lote: 30 de setembro

Normalmente, uma semana antes do pagamento de cada lote de restituição, a Receita Federal disponibiliza a consulta a esses lotes - assim, cada contribuinte consegue saber se receberá naquela data ou não.

Lembrando que a ordem de pagamento da restituição é definida de acordo com a data em que a declaração é entregue. Ou seja: quanto antes ela é entregue, antes esse contribuinte receberá o pagamento.

GRUPOS PRIORITÁRIOS PARA RESTITUIÇÃO

Alguns grupos possuem prioridade na fila de restituição do Imposto de Renda. Em 2024, a ordem de priorização no recebimento é esta:

► Idosos acima de 80 anos;
► Idosos entre 60 e 79 anos;
► Contribuintes com deficiência ou moléstia grave;
► Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
► Contribuintes que adotarem a declaração pré-preenchida ou optarem por receber a restituição via Pix.

13/05/24

Crises de raiva podem provocar acidentes cardiovasculares

=> Estudo indica que o sentimento de raiva está diretamente ligado a danos em vasos sanguíneos, fator de risco para a ocorrência de ataques cardíacos e AVC

Embora seja um sentimento comum, a raiva excessiva pode constituir uma força altamente nociva para o organismo humano. Isso é o que indica uma pesquisa recente, publicada na revista científica da American Heart Association (AHA). O estudo identificou a existência de uma relação direta entre os ataques de raiva e a redução da capacidade de dilatação dos vasos sanguíneos, o que apresenta o potencial de levar a infartos e acidentes vasculares cerebrais. A pesquisa também revelou que um breve pico de raiva é o suficiente para aumentar de forma significativa o risco de manifestação de doenças cardiovasculares por até 40 minutos após os episódios de crise.

O estudo contou com a participação de 280 pessoas, com idades entre 18 e 73 anos, livres de doenças cardiovasculares ou fatores de risco para a condição - a exemplo de tabagismo, obesidade e histórico de doenças mentais, como depressão ou ansiedade, ou problemas crônicos, como hipertensão ou diabetes. Os voluntários foram divididos em grupos e expostos a situações planejadas para induzir diferentes emoções. Os resultados demonstraram que a raiva, em particular, afetou diretamente a capacidade de dilatação dos vasos sanguíneos, mesmo em indivíduos aparentemente saudáveis. O curioso é que não foram notadas alterações entre os grupos que foram estimulados a sentir ansiedade ou tristeza, por exemplo, o que destacou a raiva como o sentimento mais nocivo para a regularidade do fluxo sanguíneo.

Vale destacar que pesquisas anteriores já haviam relacionado surtos de raiva ao risco de desenvolvimento de aterosclerose, que é normalmente causada pelo acúmulo de gordura, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias e em seu interior e que pode, consequentemente, desencadear doenças cardiovasculares. No entanto, o estudo da American Heart Association mostrou que as explosões de raiva são capazes de causar diretamente esses danos ao organismo humano.

EFEITOS NO ORGANISMO

Para compreender como a raiva impacta nosso organismo, é essencial analisar os processos fisiológicos desencadeados durante um episódio de maior exasperação. Quando nos irritamos, o corpo entra em estado de alerta, desencadeando uma verdadeira cascata de reações físicas e químicas. O sistema nervoso simpático é ativado, resultando na liberação de hormônios como adrenalina e noradrenalina, que aumentam a frequência cardíaca, elevam a pressão arterial e preparam o corpo para a ação. Durante um episódio extremo de raiva, também há a liberação de substâncias inflamatórias no organismo.

13/05/24

Parabenize os aniversariantes da semana

Convênio ASPAS-MedCorp torna mais barato gasto familiar com plano de saúde

ASPAS alerta: cuidado com golpe utilizando o nome do escritório de advocacia do dr. Antônio Vieira

NÃO FIQUE SÓ, FIQUE SÓCIO!

Atendimento aos associados da ASPAS

ATENÇÃO, BEBA ÁGUA!