Segunda, 25 de março de 2019

Orientações para sua declaração de Imposto de Renda

O site do SERPROS publicou matéria orientando os participantes sobre como preencher a declaração de Imposto de Renda no que diz respeito às contribuições feitas ao Fundo e, também, aos valores recebidos pelos assistidos. Abaixo, reproduzimos as orientações.

O período para a entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) 2019 começou em 7 de março e termina em 30 de abril, conforme divulgado pela Receita Federal. As contribuições realizadas ao seu plano de previdência fechada, ao longo do ano-base 2018, também devem ser declaradas.

As contribuições realizadas ao plano previdenciário do SERPROS são declaradas no campo 'Pagamentos Efetuados', no código 36 (Previdência Complementar), informando a razão social Serpros Fundo Multipatrocinado, CNPJ 29.738.952/0001-99 e o valor total das contribuições pagas no ano-base.

INFORME DE RENDIMENTOS DISPONÍVEL NO SITE


O Informe de Rendimentos de benefícios para fins de Imposto de Renda está disponível para os assistidos do SERPROS na Área do Participante, no site institucional do Fundo (
leia instruções aqui).

Para acessar o ambiente restrito, clique aqui. É preciso informar seu CPF, sua senha e digitar os caracteres que aparecem na tela (caixa azul). Clique em 'Entrar'. Em seguida, basta clicar no menu 'Consulta' e, depois, em 'Informe de Rendimentos'.

Caso não tenha acesso, clique em 'Primeiro Acesso'. Caso tenha esquecido a senha, clique em 'Esqueci Senha'.

18/03/19

STF suspende pagamento de 25% a mais na aposentadoria de quem precisa de cuidador

Do jornal Extra

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) mandou suspender as ações na justiça nas quais aposentados que precisam de cuidadores buscavam garantir um adicional de 25% no valor pago. Os ministros aceitaram os argumentos do governo que, entre outras coisas, apontaram que o benefício causaria um rombo de R$ 7,15 bilhões anuais nas contas públicas. A decisão do STF vale até que o caso seja analisado de forma definitiva pela própria Corte.

O pagamento tinha sido garantido em agosto do ano passado, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que aplicou a regra do recurso repetitivo. Assim, casos que tramitam em instâncias inferiores deveria seguir o mesmo entendimento. Antes da decisão do STJ, o adicional de 25% nos proventos dos aposentados era possível apenas em caso de invalidez. O acréscimo foi estendido às demais modalidades de aposentadorias, como por idade e tempo de contribuição, desde que fique comprovada por perícia médica a necessidade de auxílio permanente.

Pela decisão do STJ, o valor seria pago mesmo ao aposentado que já receba o teto do INSS, atualmente em R$ 5.839,45. Em dezembro, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pediu ao STF a paralisação das ações que tratam do pagamento do benefício. Em fevereiro, o relator do caso, ministro Luiz Fux, negou a solicitação, alegando questões técnicas. A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu e Fux mudou de posição. Segundo ele, foram apresentados novos argumentos capazes de convencê-lo.

18/03/19

Fazendo as pazes com os fios grisalhos

=> Para quem decidiu deixar o cabelo em seu tom natural, algumas dicas podem facilitar o processo

Antes associados ao descuido ou a uma idade mais avançada, assumir e valorizar os cabelos brancos agora é uma tendência mundial. Cada vez mais, mulheres e homens têm apostado em uma transição capilar natural e assumido os fios de cor branca. Um processo que, entretanto, muitas vezes não é tão simples para todas as pessoas. É necessário um período de adaptação para conhecermos novos produtos, mas também para entendermos a dinâmica dos novos fios.

Para ajudar nesse momento, algumas dicas de especialistas podem ser muito úteis. Para o período em que o cabelo está crescendo, por exemplo, a sugestão é utilizar sprays com pigmentos para disfarçar a diferença entre a cor natural e a parte que costumava ser pintada. Com o avanço do tempo, a parte grisalha deve ficar maior e você pode optar por cortar o restante do cabelo. Para quem não quiser abrir mão dos fios longos, entretanto, uma boa opção é descolorir a parte ainda colorida e fazer uma tonalização, como forma de alcançar um tom semelhante ao do grisalho natural.

Passando da fase de transição, é hora de aprender a cuidar dos novos fios. Segundo dermatologistas explicam, os fios brancos não têm pigmento, o que deixa os cabelos mais sensíveis e com aspecto ressecado. Para resolver isso, basta uma mudança na escolha dos shampoos: produtos com queratina, aminoácidos, antioxidantes, manteigas e óleos vegetais devem passar a ser usados. Além disso, é bom prestar atenção durante a escovação e na hora de fazer penteados, lembrando sempre que o novo cabelo é mais sensível. É importante, por fim, lembrar sempre de investir na hidratação das madeixas.

Como você viu, o processo de assumir os cabelos brancos traz algumas mudanças, mas é bem simples em sua essência. Com algumas mudanças na rotina, você pode ter um cabelo natural, saudável e bonito.

Quer ler mais sobre o tema?
Confira, aqui, a opinião de profissionais da área. 

18/03/19

Parabenize os aniversariantes da semana